terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Colheita




Quando desejar uma poesia,
Venha! .
Busque no pé.
Colha na hora!
Tome-a em meus lábios.


Edson Carvalho Miranda
20-01-2009


2 comentários:

alessandra disse...

...é o que eu sempre procuro fazer...rsrsrsr Não há nada mais lindo e gratificante do que ouvir as palavras tomarem forma e se condensarem em versos dos próprios lábios do poeta...e que poeta!
Parabéns Edinho, que a sua colheita seja sempre farta, maravilhosa e constante!
Beijos com todo o meu carinho!

Alessandra

Anônimo disse...

Gosto dos versos,
Gosto da imagem,
Gosto do vinho em seus lábios...
Vinho, rastro do poeta,
Poesia, rastro do vinho,
Venha...
Colheita feita...

:-,