segunda-feira, 9 de março de 2009

Mulheres

Não fiz no Blog, nenhuma homenagem ao Dia Internacional das Mulheres! Me deu um sentimento de culpa! Porém, inspiração é uma coisa que nunca podemos contar com ela. Ela vem quando menos esperamos, alguns dias antes, ou outros depois! Minha inspiração ficou limitada diante do difícil dilema de como fazer uma homenagem para seres que deveríamos homenagear e tratar como rainhas todos os dias.
Todos os homens, desde o mais poderoso ao mais simples e humilde, do mais viril ao mais sensível, do mais hetero ao mais homo, são amantes inveterados de, ao menos, uma mulher, ou de várias, alguns iluminados de todas. O problema fica mais em se assumir isso, assumir que são melhores em tudo, até em assumirem o que sentem.
Como não amá-las? Como não amar a vida que significa a própria vida, a representação e a personificação do milagre que é o poder de conceber o milagre que nos tráz e nos mantém neste mundo?
Dar a luz, educar, curar, trabalhar e, na maioria das vezes, fazer isso de uma só vez, sem muita ou qualquer ajuda. Além de tudo, ter que ser mulher! Encantar, deixar o ar mais leve, o dia mais feliz e iluminado, dar a vida as cores vibrantes da flor e o tempero picante do amor. Queria eu ter a inspiração para dimensionar o que sinto e o que gostaria de falar, mas como não consigo,
resta apenas oferecer-lhes essa pequena e singela flor.

Edson Carvalho Miranda

Um comentário:

Alessandra disse...

Meu querido, você não nos ofereceu apenas a linda flor...você nos ofereceu as suas palavras, você nos homenageou com a sua luz ao criar este texto para nós mulheres!
E, todas nós, ficamos iluminadas!
Obrigada, meu amor, obrigada por me fazer sentir, mais uma vez, o amor nas suas palavras!
Beijos

Alé