segunda-feira, 27 de abril de 2009

Presença de você

Como a gota que insiste em cair das folhas verdes e brilhantes após a chuva,
o pensamento em você insiste em tomar minha mente e coloca em xeque minha razão
Sei que não devo, sei que é próximo demais do proibido, do errado, do gosto da uva
A passionalidade torna-se um caminho quase que de pedras douradas, não resta opção.

E mais uma gota cai, rolando de folha em folha, de pensamento em pensamento,
corrompe cada resquício de juízo que ainda me sobrou, após a guerra que travei
comigo e com todos os valores, morais e imorais e o desejo foi o meu único prêmio.

Nunca senti seu cheiro, fragrância incógnita que causa arrepios,
apenas em imaginar seu perfume de mulher
Jamais olhei em teus olhos e, ainda assim, me sinto hipnotizado, sinto seu ar aqui.
Veleidade em sentir seu toque, sua pele e mãos estimulando o meu frenesi,
imaginar sentir minha boca na tua, teu corpo no meu e o suor a se esvair.

É um tempo que se vai, um sonho de poeta
Um sentimento que fica em um tempo que já se foi.
Quando tempo ainda nos resta
para concluir o sonho do passado, o desejo do agora
e a certeza do...depois!

Edson Carvalho Miranda
(14-04-2009)

3 comentários:

Alessandra disse...

TALVEZ

Talvez esta noite eu conte uma história,
a de duas pessoas que não sabiam
que o amor não é teu ou meu mas nosso.

Ou talvez possa cantar uma canção
que exalte meus desejos e emoções,
quem sabe poderei gravá-la com o
teu nome nos nossos corações.

Pensando bem, talvez escreva um poema,
mas veja bem não é uma fábula.
um mito ou uma lenda, é real, é
sobre uma garota que ama
intensamente...

Mas não farei nada disso
levantarei meus olhos e olharei o céu
admirando a tua estrela que é a
mais brilhante e simplesmente direi:

EU TE AMO!!!!

Alessandra P.Negrini

I. Carla disse...

"Me gustas cuando callas porque estás como ausente, y me oyes desde lejos, y mi voz no te toca.
Parece que los ,ojos se tehubieran volado y parece que un beso te cerrara la boca"...

OBS: -Mi teléfono no puede llamar a mí, pero yo siempre trato de encontrarlo, sin éxito, pero seguimos intentando.

Anônimo disse...

Por que nao:)