terça-feira, 11 de agosto de 2009

Asa de ferro

A vida pode ser leve
como a folha que é levada pelo ar,
Ou a pluma que baila com o vento.

A liberdade é como uma asa, de ferro!
Pesada e presa em minhas costas,
e que me impede de voar.

E a única coisa que resta é a esperança,
vista em um horizonte distante
Turvo, ofuscado pelo suor do meu rosto
que escorre, com o passar do tempo,
o caminho agourento.
O calor escaldante que causa o triste lamento
e o peso de mais um dia ao relento.

Procuro o vento, que é meu amigo!
Procuro o vento.
E caminho em sua direção.

Ele aplacará o peso da asa
Que, pesada me prende ao chão,
Mas me levará para casa.

Ele soprará tão forte que o peso não mais existirá
O desejo realidade se tornará
Será a diferença que me fará voar.

A esperança brilha e lampejos como sorrisos
de amigos que, há muito tempo,
Ao meu lado não vejo.

Não me entrego, voo e acredito no saber.
E por mais pesada que seja a asa
será ela que me levará para casa!
Será ela que me levará para você

Edson Carvalho Miranda
11-08-2009

3 comentários:

Anônimo disse...

*Nossas asas nos levam onde queremos ir, mesmo que o vento seja forte e tente incansavelmente nos tirar da direção dos nossos sonhos, mas se você preferir se solte e deixe-o levar, não haverá decepção...

Edinho disse...

A cada um de nós é dada a asa de ferro que buscamos durante nossas vidas. A cada um de nós é dado o vento que é necessário para nos tirar do chão.
Voar é responsabilidade de cada um de nós e de como utilizamos esse vento.

Obrigado

Edinho Miranda

Alessandra disse...

ASAS

Abra as suas asas

e voe ainda mais alto

Por cima das casas

E da dureza do asfalto .

voe para o infinito

e encontre a luz

onde um anjo bonito

brilha e reluz.

Alessandra